quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Estilos de decoração para casamento



Esse foi o post eu que mais demorei para escrever porque eu tentei explicar de uma forma que vocês entendam bem, já que hoje há multiplas formas de combinar uma decoração. Espero que vocês gostem!


Clássico Uso de móveis coloniais ou vitorianos com arranjos de flores grandes (muitas!), altos e redondos. Além de lustres de cristal, espelhos venezianos, pratarias trabalhadas e porcelanas também. A renda e poucos elementos vintage na decoração darão ao clássico um ar mais atual. Este estilo combina com casamentos em que serão servidos jantares, portanto a mesa deve estar completa.


Sugestão de cores: branco; branco e verde e branco e preto



Moderno com sofisticação – Neste estilo há muitas linhas retas nos móveis, simetria e quase tudo monocromático. Os arranjos das mesas de convidados são baixos. Também há arranjos de flores suspensos e velas. Os demais itens da decoração podem ser espelhados, de vidro, de ferro ou ainda em tons metais (cobre, prata ou ouro). Para criar um contraste, uma cor pode ser acrescentada em alguns detalhes. Este estilo pode ter buffet com jantar ou mini porções.


Sugestão de cores: branco e coral, branco e rosa


 Fonte: Rachel Escobar Fotografia

 Fonte: Patrícia Viela Fotografia


Mini wedding – Aqui há uma mistura de materiais e cores para dar vibração. Além da inclusão de elementos customizados (DIY) e pessoais no decór da festa. No mini wedding também apostamos em materiais com um toque caseiro como rendas, pratas, flores diversas e velas. Nada impede que seja servido jantar, mas como o mini wedding tem o clima mais informal é comum serem servidas mini porções ou finger food.


Sugestão de cores: amarelo, laranja e rosa; roxo, lilás e azul e azul navy, rosa e rosa nude
 




Vintage – Antes de falar própriamente sobre o “vintage” no casamento, quero explicar o que este conceito significa. Vintage é um estilo de vida e moda retrógrada; uma recuperação das décadas de 1920, 1930, 1940, 1950 e 1960, e se aplica a peças de roupa, calçados, mobiliário e peças de decoração. O resgate da moda pin-up é um exemplo de vintage. Além disso, roupas com tecidos propositalmente desgastados também se enquadram nesse estilo, justamente por terem uma aparência de velho, de outra época. Logo, vintage é o que é antigo de VERDADE!

As decorações de casamento nesta linha são delicadas, românticas, com ambientes charmosos e sem muita ostentação. Podem ser usados móveis clássicos, com formas arredondadas e tons apagados como rosa antigo, branco, dourado, verde água ou azul bebê. Utilize elementos nostálgicos (principalmente se forem de família) como gaiolas, retratos de ancestrais, bicicletas, relógios, rádios, telefones, louças antigas, etc. Peças como crochet e patchwork também estão liberadas. Porém, cuidado para não exagerar!







Retrô – Assim como o vintage, vamos checar o que significa retrô? Este é um estilo cultural desatualizado, uma tendência, hábito, ou moda do passado PÓS-MODERNO global (algo que não tenha mais de 20 anos), mas que com o tempo retornam a ter “funcionalidade” (A Brastemp tem uma linha retrô – Mandem algo para mim!). :p

O termo retrô também pode ser aplicado a formas de obsolescência tecnológica, como por exemplo, máquinas de escrever, caixas registradoras ou jogos de computador velho (alô fãs do Mario Bros). Ou seja, são coisas de um passado recente, porém que não parecem mais modernos. Sacou? Quem quer fazer um casamento com ar retrô terá que dar uma garimpada em itens que ainda tem em casa ou feiras de antiguidade. São comuns cores vibrantes como vermelho, amarelo, verde bandeira e azul marinho. Também tem uma pegada de pop art, um movimento artístico que surgiu na década de 50 (algo tipo história em quadrinhos).





Rústico – Esse é o mais fácil definir! No estilo rústico há presença de muitos móveis de madeira de demolição e/ou patinados, caixotes, pallets, utensílios de rattan, palha ou fibra sintética, etc. Já as flores são no estilo campo (hotência, girassol, Gerbera, margarida, etc), mas também dá para compor com flores mais clássicas para dar um aparência rústico chic. A festa de casamento rústica combina com arranjos baixos para as mesas dos convidados. Essa decoração é ótima para quem vai casar em locais onde têm bastante verde ou até mesmo para salões de festa, mas que você quer aplicar uma sensação de casamento em casa. 



 
Obs: as fotos que não possuem créditos foram retidas do Google e não encontrei a identificação do fotógrafo.

terça-feira, 26 de novembro de 2013

Minhas escolhas: doces da Xocolatl


Olá, gente!
A vida está uma correria ultimamente. Queria muito ter tempo de postar every day aqui para vocês, mas não dá. Tem o trabalho fixo, as decorações, os preparativos, o blog e a funpage (por falar nisso, vocês já curtiram? Não!? Tem o link aqui na direita)... Loucura, loucura!

Então, vamos ao que interessa! Eu conheci a Xocolatl muito por acaso. Lá nos primordios de quando estava começando organizar o casamento (outubro de 2012), fiz um cadastro no site Perfeito Casamento - RJ e recebi uma série de orçamentos sobre os itens que sinalizei que me interessavam. Deletei muita coisa bizarra que recebi (alguns e-mails sem a menor aparência de empresas qualificadas), alguns contatos guardei e o único que serviu para mim até o momento foi o da Xocolatl.

Recebi a lista de valores dos doces e, como achei o preço muito justo, solicitei uma degustação. Não demorou muito para a Carla atender e eu simpatizei muito com ela (isso é essencial). Fiz minhas escolhas e, como iria pagar tudo à vista, negociei e consegui fechar para 2014 o preço da tabela de 2012. Preciso dizer que amei isso?

Depois, conheci outras noivinhas que também fecharam com a Xocolatl. Inclusive, uma delas já casou e deu ótima recomendação. Logo, o meu "tiro no escuro" parece ter sido certeiro. Espero que no grande dia eles estejam deliciosos! Ah, também provei o bolo e gostei bastante. Porém, ele estava um pouco além do valor que eu pretendo pagar.


Abaixo segue a relação de doces que encomendei:
  • Mini alfajor;   
  • Mini brownie em formato de flor com trufa tradicional preta;   
  • Mini bolinhos de pão de mel com doce de leite;   
  • Mini bolinhos de brownie com Nutella e cobertura branca;   
  • Cerejas banhadas no chocolate;   
  • Fudge (com pistache, avelã e nozes);   
  • Docinhos em formato de flor beijinho tradicional;   
  • Docinhos em formato de flor beijinho casadinho;   
  • Tarteletes de physalis;   
  • Tarteletes de cereja;   
  • Bolo de rolo;   
  • Bombons simples de chocolate ao leite com nozes;   
  • Bombons simples de chocolate ao leite com castanhas;   
  • Bombons simples de chocolate branco puro;   
  • Bombons simples de chocolate branco com flocos de arroz;
  • Bem casado de brownie.



terça-feira, 19 de novembro de 2013

O que aprender com os preparativos do casamento



Aprender a planejar - Uma festa de casamento precisa de muito planejamento. É como uma espécie de investimento em longo prazo. Ou seja, você define o orçamento e vai trabalhando cada escolha baseado nele. Nessa fase você terá que pesquisar, comparar fornecedores, tirar dúvidas, solicitar indicações, encarar imprevistos etc. Assim acontece com qualquer outro sonho que queiram realizar futuramente. Exemplo: Se desejam viajar pela América Latina, terão que elaborar roteiros, analisar locais para hospedagem, confrontar valores de passagens...

Economizar seu rico dinheirinho - Como você estará totalmente focada no casamento, com certeza irá poupar tudo que puder para investir na festa ou naquele armário planejado que tanto está querendo para a casa nova. Essa lição é uma das mais importantes e deve ser levada para todo o resto da vida matrimonial. Economizar é muito bom! E isso é diferente de ser avarento. Lembrem sempre de fazer uma poupança com pelo menos 20%/30% do salário de vocês para que possam investir em novos projetos ou para algum momento mais emergencial.


Lidar com as finanças - Durante os preparativos, controlamos o orçamento, negociamos prazo e descontos, efetuamos pagamentos e aprendemos a fazer planilhas (eu sou “aloka” do Excel). Tudo isso é um excelente aprendizado, já que um dos maiores motivos de brigas conjugais é por causa do dinheiro. Por não gostarem de finanças, muitos casais não sabem organizar os rendimentos e gastos e é aí onde a vaca vai para o brejo. Por isso, aproveite esse período para tomar gosto pela coisa e, claro, converse abertamente sobre finanças com o noivo. Se necessário, definam até mesmo quem irá ficar responsável por cada despesa que terão depois de casados. 

Ser flexível - Muitas vezes você cairá na real de que nem tudo é como você quer, seja porque não deu para contratar aquele fornecedor dos seus sonhos ou até mesmo porque o seu noivo não quer passar a lua de mel no local que escolheu. Então, desde já você vai aprendendo que precisa ser flexível e pensar em outras alternativas/ abrir mão de algumas coisas. Dialogue com seu noivo e ouça opiniões de pessoas importantes para vocês!

Tomar decisões - Se você é uma pessoa que posterga ou não gosta de tomar muitas decisões, você terá que lidar com isso em todos os momentos dos preparativos para o casório. Você terá que ter decisões firmes sobre qual buffet contratar, quais docinhos serão escolhidos, quem ficará de fora da lista de convidados, qual modelo de vestido escolher, etc. Isso será muito bom porque a vida de casado também requer essa habilidade constantemente. 


Cuidar da beleza e da saúde - Toda noiva quer estar radiante no grande dia. Com isso, não mede esforços e passa ir mais ao dentista, frequenta a academia, cuida da alimentação, da pele, do cabelo... Porém, você não quer “embarangar” depois de casada, né? Então, todos esses cuidados devem ser levados para a rotina do casal. Mesmo que o tempo esteja mais corrido com os novos afazeres domésticos, isso não é desculpa! Aproveitem aquele tempo livre para fazer uma caminhada, por exemplo. Assim, você ainda contagia o maridão. Rs