quarta-feira, 15 de maio de 2013

Relação cliente x fornecedores

Desde pequenina, sempre ouvia alguns adultos dizerem que “respeito é bom e todo mundo gosta”. Isso, claro, é a mais pura verdade! Porém, algumas mulheres quando ficam noivas parecem surtar e passam a achar que o mundo gira em torno do umbigo delas. E, óbvio, “não é assim que banda toca”. O que quero dizer, meninas, é que todas nós gostamos de ser bem atendidas, de ter nossos desejos compreendidos e atendidos pelos fornecedores de casamento, mas eles também querem, e devem, ser bem tratados.

Como eu estou sempre dos dois lados da moeda (cliente e fornecedora), resolvi dar umas dicas de como as noivas devem se comportar educadamente com aqueles que elas solicitarem orçamentos:

- Se você pediu orçamento e não teve retorno do fornecedor em um tempo adequado (uma média de três dias), mande um email perguntando se ele realmente recebeu, pois pode ter ocorrido algum erro ou problema na caixa de e-mail dele;

- Se você cotou algum fornecedor fora do seu budget, não fique “choramingando descontos”, pois isso é muito constrangedor (até mesmo para as duas partes). O máximo que poderá fazer é consultá-lo se não há desconto para pagamento à vista ou caso você queira fechar com ele mais de um produto/serviço;

- Não tente “leiloar” o trabalho do fornecedor comparando o valor com os de outros que fornecem o mesmo tipo de produto/serviço. Cada um dá o seu devido valor para o trabalho que realiza, para o tempo que leva para executá-lo, e sabe o tipo de material e serviços que oferecem. Portanto, como ninguém é obrigado fechar contrato, se achar que está muito caro, agradeça a atenção e diga que “após analisar, entrará em contato caso haja interesse em fechar”;

- Conforme dito anteriormente, não saia por aí dizendo que o fornecedor “x” ou “y” cobra um preço surreal ou abusivo. Paga quem quer! Respeite o trabalho do próximo. Se você acha que não vale a pena, não fale mal dele (ou fale, mas sem citar nomes). Os clientes são quem definem suas próprias prioridades, portanto, sempre vai haver quem paga mais por maquiagem, quem acha que o convite é que deve ser o melhor ou quem vai investir mais no buffet;

- Saiba que todo e qualquer orçamento é levado em consideração o período em que o cliente solicitou a cotação (alguns valores podem mudar, por exemplo, de acordo com o ano ou se houve alguma aumento na matéria prima do produto), o local onde será executado o serviço, o número de convidados, etc. Portanto, se a sua amiga recebeu um valor menor, antes de sair por aí falando que o fornecedor te cobrou mais caro e meter o malho nele, verifique cuidadosamente porque teve essa diferença.

Enfim, acho que já deu para relatar o básico da boa regra mercadológica. rs

2 comentários:

  1. Adorei esse post Juliany! Aliás, tô adorando o blog inteiro...
    Beijos e parabéns!

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar! Além de ajudar a melhorar o conteúdo do blog, seu comentário pode ser muito útil para alguém.